O ar-condicionado portátil é uma ótima opção para quem quer climatizar o ambiente sem gastar muito com a instalação e a manutenção de um aparelho fixo. Além disso, ele permite que você leve o conforto térmico para onde quiser, seja no quarto, na sala, no escritório ou até mesmo na varanda.

Mas será que o ar-condicionado portátil é realmente econômico? Quanto ele consome de energia e como você pode reduzir esse consumo? Neste post, vamos responder essas e outras perguntas sobre esse tipo de equipamento e dar algumas dicas para você economizar energia e dinheiro com o ar-condicionado portátil. Confira!

O que é um ar-condicionado portátil e como ele funciona?

Um ar-condicionado portátil é um aparelho que funciona de forma semelhante a um ar-condicionado tradicional, mas que tem a vantagem de ser móvel e não precisar de uma instalação fixa na parede ou no teto. Ele é composto por uma unidade interna, que fica dentro do ambiente a ser climatizado, e uma mangueira, que leva o ar quente para fora do ambiente através de uma janela ou de um buraco na parede.

O ar-condicionado portátil funciona por meio de um ciclo de refrigeração, que consiste em quatro etapas:

  • Compressão: o gás refrigerante, que está em estado gasoso e em baixa pressão, passa por um compressor, que aumenta a sua pressão e a sua temperatura.
  • Condensação: o gás refrigerante, que está em estado gasoso e em alta pressão, passa por um condensador, que é uma espécie de radiador que troca calor com o ar externo. Nesse processo, o gás refrigerante libera calor e se transforma em líquido.
  • Expansão: o líquido refrigerante, que está em alta pressão, passa por uma válvula de expansão, que reduz a sua pressão e a sua temperatura.
  • Evaporação: o líquido refrigerante, que está em baixa pressão, passa por um evaporador, que é uma espécie de serpentina que fica em contato com o ar interno. Nesse processo, o líquido refrigerante absorve calor e se transforma em gás novamente, completando o ciclo.

O ar-condicionado portátil usa um ventilador para puxar o ar do ambiente, fazê-lo passar pelo evaporador e devolvê-lo ao ambiente mais frio e úmido. Ao mesmo tempo, ele usa outro ventilador para puxar o ar externo, fazê-lo passar pelo condensador e devolvê-lo ao ambiente externo mais quente e seco.

Quais são as vantagens e as desvantagens de um ar-condicionado portátil?

O ar-condicionado portátil tem algumas vantagens e desvantagens em relação a outros tipos de ar-condicionado, como o split, o janela e o de parede. Veja a seguir:

Vantagens

  • Mobilidade: você pode levar o ar-condicionado portátil para qualquer cômodo da casa ou do escritório, desde que tenha uma tomada e uma saída de ar próximas. Assim, você pode climatizar apenas o ambiente que está usando, sem desperdiçar energia com os demais.
  • Facilidade de instalação: você não precisa contratar um profissional para instalar o ar-condicionado portátil, nem fazer obras na parede ou no teto. Basta encaixar a mangueira na janela ou no buraco da parede e ligar o aparelho na tomada. Alguns modelos vêm com um kit de instalação que facilita ainda mais esse processo.
  • Facilidade de manutenção: você pode fazer a limpeza e a troca dos filtros do ar-condicionado portátil sem dificuldade, seguindo as instruções do manual do fabricante. Isso ajuda a manter a qualidade do ar e a prolongar a vida útil do equipamento.

Desvantagens

  • Ruído: o ar-condicionado portátil costuma ser mais barulhento do que os outros tipos de ar-condicionado, pois tem o compressor e os ventiladores dentro da unidade interna. Isso pode incomodar algumas pessoas, principalmente na hora de dormir ou de trabalhar.
  • Tamanho: o ar-condicionado portátil ocupa mais espaço do que os outros tipos de ar-condicionado, pois tem uma estrutura mais robusta e uma mangueira que precisa ser acomodada. Além disso, ele pode atrapalhar a circulação de pessoas e de móveis no ambiente.
  • Eficiência: o ar-condicionado portátil costuma ser menos eficiente do que os outros tipos de ar-condicionado, pois tem uma capacidade de refrigeração menor e uma maior perda de calor pela mangueira. Isso significa que ele pode demorar mais para resfriar o ambiente e consumir mais energia para isso.
Ar-condicionado portatil

Quanto um ar-condicionado portátil consome de energia?

O consumo de energia de um ar-condicionado portátil depende de vários fatores, como o modelo, a potência, o ciclo de trabalho, a temperatura ambiente, o isolamento térmico, a ventilação e o uso correto do aparelho.

Para saber o consumo de energia de um ar-condicionado portátil, você pode usar a seguinte fórmula:

Consumo (kWh) = Potência (W) x Tempo de uso (h) / 1000

Por exemplo, se você tem um ar-condicionado portátil de 12000 BTUs, que equivale a cerca de 1200 W de potência, e usa ele por 8 horas por dia, o consumo de energia será:

Consumo (kWh) = 1200 W x 8 h / 1000 = 9,6 kWh

Para saber o valor da conta de luz, você deve multiplicar o consumo de energia pela tarifa de energia da sua região. Por exemplo, se a tarifa de energia é de R$ 0,50 por kWh, o valor da conta de luz será:

Valor (R$) = 9,6 kWh x R$ 0,50 = R$ 4,80

Esse valor é referente ao uso diário do ar-condicionado portátil. Para saber o valor mensal, você deve multiplicar esse valor pelo número de dias do mês. Por exemplo, se o mês tem 30 dias, o valor mensal será:

Valor (R$) = R$ 4,80 x 30 = R$ 144,00

Como economizar energia e dinheiro com o ar-condicionado portátil?

Agora que você já sabe quanto um ar-condicionado portátil consome de energia e quanto ele custa na sua conta de luz, você deve estar se perguntando como economizar energia e dinheiro com esse tipo de equipamento. A boa notícia é que existem algumas dicas simples e eficazes que podem ajudá-lo nessa missão. Veja a seguir:

  • Escolha um modelo adequado ao tamanho do ambiente: o ar-condicionado portátil deve ter uma potência compatível com o tamanho do ambiente a ser climatizado, nem mais nem menos. Se o aparelho for muito potente, ele vai resfriar o ambiente rapidamente, mas vai consumir mais energia e gerar mais umidade. Se o aparelho for muito fraco, ele vai demorar para resfriar o ambiente, mas vai consumir menos energia e gerar menos umidade. O ideal é que o aparelho tenha uma potência de 600 BTUs por metro quadrado, considerando um ambiente com pé direito de 2,5 metros, duas pessoas e dois equipamentos eletrônicos. Por exemplo, se o ambiente tem 12 m², o aparelho deve ter 7200 BTUs de potência.
  • Regule a temperatura ideal: a temperatura ideal para o conforto térmico é de 23°C a 25°C, dependendo da preferência pessoal. Não adianta colocar o ar-condicionado portátil em uma temperatura muito baixa, pois isso vai aumentar o consumo de energia e o risco de resfriados e alergias. Além disso, a diferença entre a temperatura interna e a externa não deve ser maior do que 8°C, para evitar o choque térmico.
  • Mantenha as portas e janelas fechadas: para evitar a entrada de ar quente e a saída de ar frio, é importante manter as portas e janelas do ambiente climatizado fechadas. Isso vai melhorar o desempenho do ar-condicionado portátil e reduzir o consumo de energia. Se possível, também use cortinas, persianas ou películas para bloquear a incidência de luz solar direta, que aumenta a temperatura do ambiente.
  • Instale o aparelho em um local adequado: o ar-condicionado portátil deve ser instalado em um local que tenha uma boa circulação de ar e que não fique exposto ao sol, à chuva ou à poeira. Além disso, ele deve ficar a uma distância mínima de 50 cm das paredes, dos móveis e de outros objetos, para não obstruir a entrada e a saída de ar. A mangueira que leva o ar quente para fora do ambiente deve ser a mais curta e reta possível, para evitar perdas de calor e vazamentos de ar.
  • Limpe e troque os filtros regularmente: os filtros do ar-condicionado portátil são responsáveis por reter as impurezas do ar, como poeira, pólen, bactérias e fungos. Se eles estiverem sujos ou entupidos, eles vão prejudicar a qualidade do ar e a eficiência do aparelho, aumentando o consumo de energia e o risco de doenças respiratórias. Por isso, é recomendado limpar os filtros a cada 15 dias e trocá-los a cada 6 meses, ou conforme a indicação do fabricante.
  • Use o modo econômico ou o temporizador: alguns modelos de ar-condicionado portátil possuem um modo econômico ou um temporizador, que permitem ajustar a temperatura e o tempo de funcionamento do aparelho de acordo com a sua necessidade. Assim, você pode programar o aparelho para desligar ou reduzir a potência quando o ambiente já estiver climatizado, evitando o desperdício de energia e o desconforto térmico.
  • Desligue o aparelho quando não estiver usando: por fim, uma dica simples, mas que faz muita diferença, é desligar o ar-condicionado portátil quando você não estiver usando o ambiente climatizado. Não adianta deixar o aparelho ligado o dia todo se você só vai usar o ambiente por algumas horas. Isso só vai aumentar o consumo de energia e o desgaste do equipamento. O ideal é ligar o aparelho cerca de 15 minutos antes de usar o ambiente e desligá-lo assim que sair.

Conclusão

O ar-condicionado portátil é uma alternativa prática e versátil para quem quer climatizar o ambiente sem gastar muito com a instalação e a manutenção de um aparelho fixo. No entanto, ele também tem algumas desvantagens, como o ruído, o tamanho e a eficiência.

Para economizar energia e dinheiro com o ar-condicionado portátil, é preciso escolher um modelo adequado ao tamanho do ambiente, regular a temperatura ideal, manter as portas e janelas fechadas, instalar o aparelho em um local adequado, limpar e trocar os filtros regularmente, usar o modo econômico ou o temporizador e desligar o aparelho quando não estiver usando.

Seguindo essas dicas, você pode aproveitar o conforto térmico que o ar-condicionado portátil oferece, sem pesar no seu bolso e no meio ambiente. 😉

Artigos Relacionados

Ar-condicionado portatil

Os Melhores Lugares para Usar o Ar-condicionado Portátil

Última atualização on 17/01/2024 by Navegue Temporada
Read More
Ar-condicionado portatil

Ar-condicionado Portátil: Uma Solução para os Pets no Verão

Última atualização on 17/01/2024 by Navegue Temporada
Read More
Ar-condicionado portatil

Desafios e Oportunidades do Mercado de Ar-condicionado Portátil

Última atualização on 17/01/2024 by Navegue Temporada
Read More
Ar-condicionado portatil

Como Fazer um Ar-condicionado Portátil Caseiro

Última atualização on 17/01/2024 by Navegue Temporada
Read More