Como viajar do Brasil aos EUA de carro?

Navegue Temporada > Dicas e recomendações > Como viajar do Brasil aos EUA de carro?

O que você precisa saber antes de viajar do Brasil aos EUA de carro

Viajar do Brasil aos EUA de carro é um sonho para muitos aventureiros, mas também um desafio que exige muita preparação e cuidado. Antes de pegar a estrada, você precisa se informar sobre alguns aspectos importantes, como:

  • A documentação necessária para cruzar as fronteiras dos países que você vai visitar;
  • As condições das estradas e os riscos de segurança em cada região;
  • Os custos envolvidos na viagem, como combustível, pedágios, hospedagem, alimentação e seguro;
  • O clima e as estações do ano nos diferentes locais;
  • As atrações turísticas e culturais que você quer conhecer.

A documentação necessária

O primeiro passo para viajar do Brasil aos EUA de carro é ter o passaporte e o visto americano em dia. Esses documentos são obrigatórios para entrar nos Estados Unidos, e você deve solicitá-los com antecedência no consulado ou na embaixada americana mais próxima.

Além disso, você deve verificar se os outros países que você vai atravessar exigem algum tipo de visto ou autorização especial. Por exemplo, para entrar na Venezuela, na Colômbia e na Costa Rica, você precisa estar vacinado contra a febre amarela e ter o Certificado Internacional de Vacinação. Para entrar no México, você precisa preencher um formulário online chamado Forma Migratoria Múltiple (FMM), que custa cerca de 25 dólares.

Outro documento essencial para viajar do Brasil aos EUA de carro é a Permissão Internacional para Dirigir (PID), que é uma tradução da sua carteira de motorista brasileira para vários idiomas. Você pode solicitar a PID no Detran do seu estado, desde que a sua habilitação esteja válida e não esteja suspensa ou cassada. A PID tem validade de três anos ou até a data de vencimento da sua carteira de motorista, o que ocorrer primeiro.

Mais detalhes

Além da PID, você também precisa ter o documento do veículo (CRLV) em seu nome ou em nome de alguém que esteja viajando com você. Se o carro não estiver quitado, você precisa de uma autorização da financiadora para sair do país com ele, carimbada por todos os consulados dos países que você vai visitar. Isso pode ser bastante burocrático e demorado, por isso é recomendável viajar com um carro próprio e quitado.

Por fim, você precisa contratar um seguro internacional para o seu veículo, que cubra eventuais danos, acidentes ou roubos durante a viagem. Um dos seguros mais conhecidos é o Carta Verde, que é válido para os países do Mercosul (Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela). Você pode contratar esse seguro em companhias especializadas ou em agências de viagem. O custo varia conforme o tempo e o valor da cobertura.

Como viajar do Brasil aos EUA de carro

As condições das estradas e os riscos de segurança

Outro aspecto importante para viajar do Brasil aos EUA de carro é conhecer as condições das estradas e os riscos de segurança em cada país. A qualidade das rodovias varia muito conforme a região, podendo ser bem pavimentadas e sinalizadas ou precárias e perigosas. Além disso, há trechos que são afetados por fenômenos naturais, como chuvas intensas, neve ou terremotos. Por isso, é fundamental se informar sobre o estado das vias antes de pegar a estrada e evitar dirigir à noite ou em condições adversas.

Além das condições das estradas, você também precisa estar atento aos riscos de segurança em cada país. Infelizmente, há regiões que sofrem com problemas como violência, tráfico de drogas, guerrilhas ou conflitos políticos. Esses fatores podem representar uma ameaça para os viajantes, que podem ser vítimas de assaltos, sequestros ou extorsões. Por isso, é recomendável evitar áreas consideradas perigosas ou conflituosas e seguir as orientações das autoridades locais.

Detalhes

Uma das maiores dificuldades para viajar do Brasil aos EUA de carro é atravessar a América Central, que é formada por sete países: Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, El Salvador, Guatemala e Belize. Essa região é conhecida por ter estradas ruins, pedágios caros, burocracia nas fronteiras e altos índices de criminalidade. Além disso, há um obstáculo geográfico que impede a passagem por terra entre a Colômbia e o Panamá: o Darién Gap.

O Darién Gap é uma área de selva e pântano que se estende por cerca de 160 quilômetros entre os dois países. Não há estradas nessa região, apenas trilhas precárias e perigosas. Além disso, o Darién Gap é habitado por grupos armados, traficantes e indígenas hostis. Por esses motivos, atravessar o Darién Gap de carro é praticamente impossível e extremamente arriscado.

Balsa

A solução mais viável para contornar esse problema é enviar o seu carro de balsa da Colômbia para o Panamá e seguir de avião até lá. Esse serviço é oferecido por algumas empresas especializadas, mas tem um custo elevado e pode demorar alguns dias. Você pode encontrar mais informações sobre esse processo neste site.

Os custos envolvidos na viagem

Viajar do Brasil aos EUA de carro também envolve uma série de custos que você precisa levar em conta na hora de planejar o seu orçamento. Alguns dos principais gastos são:

  • Combustível: o preço da gasolina varia conforme o país e a região. Você pode consultar os valores médios em sites como o Global Petrol Prices. Lembre-se de que o consumo do seu carro também depende das condições da estrada e da forma como você dirige.
  • Pedágios: muitas estradas cobram pedágios para a sua manutenção e segurança. Os valores também variam conforme o país e a região. Você pode consultar os valores aproximados em sites como o Viajando de Carro.
  • Hospedagem: você vai precisar de um lugar para descansar e dormir durante a viagem. Você pode optar por hotéis, pousadas, campings ou albergues, conforme o seu gosto e o seu bolso. Você pode pesquisar e reservar acomodações em sites como o Booking.com ou o Airbnb.
Mais detalhes
  • Alimentação: você vai precisar se alimentar bem durante a viagem, tanto para manter a sua saúde quanto para aproveitar a gastronomia local. Você pode optar por restaurantes, lanchonetes, mercados ou cozinhar no seu alojamento, conforme a sua preferência e o seu orçamento. Você pode pesquisar e avaliar opções de alimentação em sites como o TripAdvisor ou o Yelp.
  • Seguro: como já mencionamos, você precisa contratar um seguro internacional para o seu veículo, que cubra eventuais danos, acidentes ou roubos durante a viagem. O custo desse seguro depende do tempo e da cobertura contratados.
  • Outros: além dos gastos citados acima, você pode ter outros custos durante a viagem, como taxas de câmbio, vistos, multas, estacionamentos, passeios turísticos, compras etc. Por isso, é recomendável ter uma reserva financeira para imprevistos ou emergências.

O custo total da viagem depende de vários fatores, como a duração, a rota, a época do ano e o estilo de vida do viajante.

As melhores rotas e destinos para viajar do Brasil aos EUA de carro

Depois de resolver as questões burocráticas, financeiras e logísticas, é hora de definir a rota e os destinos que você quer conhecer durante a viagem do Brasil aos EUA de carro. Existem várias opções de trajetos possíveis, mas vamos destacar duas das mais populares: a rota pelo Pacífico e a rota pelo Atlântico.

A rota pelo Pacífico

A rota pelo Pacífico é uma das mais escolhidas pelos viajantes que querem conhecer as belezas naturais e culturais da América do Sul e da América Central. Essa rota passa por países como Argentina, Chile, Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, El Salvador, Guatemala, México e Estados Unidos. Alguns dos principais pontos de interesse dessa rota são:

  • A Patagônia argentina e chilena, com suas paisagens deslumbrantes de montanhas, lagos, glaciares e fauna selvagem;
  • O Deserto do Atacama, no Chile, considerado o mais seco e alto do mundo, com seus vulcões, salares, gêiseres e céu estrelado;
  • A Cordilheira dos Andes, que atravessa vários países da América do Sul e oferece cenários incríveis de neve, florestas e ruínas;
  • Machu Picchu, no Peru, uma das maravilhas do mundo antigo e um dos principais símbolos da civilização inca;
Detalhes
  • O Equador, um país pequeno mas diverso, que abriga a capital Quito, a cidade colonial de Cuenca, o Parque Nacional Cotopaxi e as Ilhas Galápagos;
  • A Colômbia, um país vibrante e colorido, que se destaca pela sua cultura, gastronomia, música e arte. Algumas das cidades mais visitadas são Bogotá, Medellín, Cartagena e Santa Marta;
  • O Panamá, um país que une o Atlântico ao Pacífico pelo famoso Canal do Panamá, uma obra de engenharia impressionante. Além disso, o Panamá tem belas praias, ilhas paradisíacas e florestas tropicais;
Mais detalhes
  • A Costa Rica, um país que é um exemplo de sustentabilidade e preservação ambiental. A Costa Rica tem uma biodiversidade incrível, com vulcões ativos, cachoeiras, rios, lagos e parques nacionais. Além disso, a Costa Rica tem uma cultura alegre e hospitaleira;
  • A Nicarágua, um país que combina história, natureza e aventura. A Nicarágua tem cidades coloniais como Granada e León, lagos como o Nicarágua e o Manágua, ilhas como Ometepe e Corn Island e vulcões como o Masaya e o Concepción;
  • Honduras, um país que tem uma riqueza arqueológica e cultural impressionante. Honduras tem ruínas maias como Copán e Quiriguá, cidades históricas como Comayagua e Tegucigalpa e ilhas caribenhas como Roatán e Utila;
  • El Salvador, um país que tem uma beleza natural surpreendente. El Salvador tem vulcões como o Santa Ana e o Izalco e praias como El Tunco e El Cuco e parques nacionais como o Montecristo e o El Imposible;
Detalhes
  • A Guatemala, de fato um país que tem uma herança cultural e natural impressionante. A Guatemala tem ruínas maias como Tikal e Yaxhá, cidades coloniais como Antigua e Quetzaltenango e lagos como o Atitlán e o Petén Itzá;
  • O México, de fato um país que é um dos mais visitados do mundo, pela sua diversidade de atrações. O México tem cidades cosmopolitas como a Cidade do México e Guadalajara, cidades históricas como Oaxaca e Puebla, praias paradisíacas como Cancún e Cabo San Lucas e sítios arqueológicos como Chichén Itzá e Teotihuacán;
  • Os Estados Unidos, de fato um país que dispensa apresentações, pela sua influência global e variedade de destinos. Os Estados Unidos têm cidades famosas como Nova York, Los Angeles, Chicago e Miami, parques nacionais como o Grand Canyon, o Yellowstone e o Yosemite e atrações turísticas como a Estátua da Liberdade, a Disney World e a Hollywood.

A rota pelo Pacífico é de fato uma das mais longas e demoradas para viajar do Brasil aos EUA de carro. Segundo uma estimativa do site Viajando de Carro, essa rota tem cerca de 23 mil quilômetros e leva cerca de 180 dias para ser percorrida. No entanto, essa rota também é uma das mais belas e interessantes, pois permite conhecer lugares incríveis e culturas diferentes.

A rota pelo Atlântico

A rota pelo Atlântico é de fato uma das mais escolhidas pelos viajantes que querem conhecer as belezas naturais e culturais da América do Sul e da América do Norte. Essa rota passa por países como Uruguai, Brasil, Guiana Francesa, Suriname, Guiana, Venezuela, Colômbia, Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, El Salvador, Guatemala, México, Estados Unidos e Canadá. Alguns dos principais pontos de interesse dessa rota são:

  • O Uruguai, um país pequeno mas charmoso, que se destaca pela sua qualidade de vida, gastronomia e praias. Algumas das cidades mais visitadas são Montevidéu, Colonia del Sacramento, Punta del Este e Cabo Polonio;
  • O Brasil, de fato um país continental e diverso, que oferece inúmeras opções de turismo para todos os gostos. O Brasil tem cidades históricas como Ouro Preto e Paraty, cidades modernas como São Paulo e Rio de Janeiro, praias paradisíacas como Fernando de Noronha e Jericoacoara e ecoturismo como a Amazônia e o Pantanal;
  • A Guiana Francesa, de fato um território ultramarino da França na América do Sul, que tem uma cultura única e uma natureza exuberante. A Guiana Francesa tem a capital Caiena, a cidade espacial de Kourou…
  • O Suriname, de fato um país que tem uma mistura de culturas, línguas e religiões, que se reflete na sua gastronomia, arquitetura e arte. O Suriname tem a capital Paramaribo, que é Patrimônio Mundial da Unesco, e parques nacionais como o Central Suriname Nature Reserve e o Brownsberg Nature Park;
Mais detalhes
  • A Guiana, de fato um país que tem uma natureza selvagem e preservada, com florestas, rios, cachoeiras e montanhas. A Guiana tem a capital Georgetown, que tem um charme colonial, e atrações naturais como o Monte Roraima e a Cachoeira Kaieteur;
  • A Venezuela, de fato um país que tem uma diversidade geográfica e climática impressionante, com praias, desertos, montanhas e florestas. A Venezuela tem a capital Caracas, que é uma metrópole moderna e caótica, e maravilhas naturais como o Salto Ángel e o Arquipélago de Los Roques;
  • A Colômbia, o Panamá, a Costa Rica, a Nicarágua, Honduras, El Salvador e a Guatemala: esses países já foram mencionados na rota pelo Pacífico, mas também podem ser visitados pela rota pelo Atlântico, seguindo pela costa caribenha. Esses países de fato têm belas praias, ilhas paradisíacas, cidades coloniais e cultura rica;
Detalhes
  • O México: esse país também já foi mencionado na rota pelo Pacífico, mas também pode ser visitado pela rota pelo Atlântico, seguindo pela costa do Golfo do México. O México de fato tem cidades históricas como Veracruz e Mérida, praias como Tulum e Cozumel e sítios arqueológicos como Palenque e Uxmal;
  • Os Estados Unidos: esse país também já foi mencionado na rota pelo Pacífico, mas também pode ser visitado pela rota pelo Atlântico, seguindo pela costa leste. Os Estados Unidos de fato têm cidades famosas como Washington DC, Boston, Filadélfia e Nova Orleans, parques nacionais como o Everglades, o Great Smoky Mountains e o Acadia e atrações turísticas como a Casa Branca, o Monumento a Washington e o Mardi Gras;
  • O Canadá: esse país é de fato um dos maiores e mais desenvolvidos do mundo, com uma qualidade de vida invejável e uma natureza deslumbrante. O Canadá tem cidades cosmopolitas como Toronto, Montreal, Vancouver e Ottawa, parques nacionais como o Banff, o Jasper e o Fundy e atrações turísticas como as Cataratas do Niágara, a Torre CN e o Parlamento.

A rota pelo Atlântico de fato é uma das mais curtas e rápidas para viajar do Brasil aos EUA de carro. Segundo uma estimativa do site Viajando de Carro, essa rota tem cerca de 18 mil quilômetros e leva cerca de 120 dias para ser percorrida. No entanto, essa rota também é uma das mais belas e interessantes, pois permite conhecer lugares incríveis e culturas diferentes.

Como alugar um barco com a Navegue Temporada

Depois de conhecer as melhores rotas e destinos para viajar do Brasil aos EUA de carro, você de fato pode se perguntar: como alugar um barco com a Navegue Temporada? A resposta é simples: basta acessar o site da empresa e escolher o barco que mais se adapta ao seu perfil, ao seu orçamento e ao seu roteiro.

A Navegue Temporada de fato é uma empresa especializada em locação de embarcações em todo o Brasil. A empresa oferece uma variedade de opções de barcos, desde lanchas e veleiros até iates e catamarãs. Além disso, a empresa oferece serviços adicionais, como marinheiros, cozinheiros, guias turísticos e equipamentos de lazer.

Mais detalhes

Além disso, alugar um barco com a Navegue Temporada é uma forma de ter mais conforto, privacidade e liberdade durante a sua viagem. Você de fato pode escolher o barco que melhor atende às suas necessidades e preferências, podendo contar com espaços amplos, quartos confortáveis, banheiros equipados, cozinhas completas e áreas de lazer. Você também pode definir o seu próprio roteiro e horário, sem depender de horários fixos ou lotações.

Alugar um barco com a Navegue Temporada é de fato fácil, seguro e acessível. Você pode fazer a reserva online pelo site da empresa, escolhendo o barco, a data, o local e o período desejados. Você também pode entrar em contato com a equipe da empresa por telefone ou e-mail para tirar dúvidas ou solicitar orçamentos personalizados. A empresa oferece preços competitivos e condições facilitadas de pagamento.

Não perca tempo e faça já a sua reserva com a Navegue Temporada. Você de fato vai se surpreender com a qualidade dos serviços e dos barcos oferecidos pela empresa.

Conclusão

Viajar do Brasil aos EUA de carro é uma aventura que pode ser incrível, mas também desafiadora. Você certamente precisa se informar sobre a documentação necessária, as condições das estradas, os riscos de segurança e os custos envolvidos na viagem. Também de fato precisa definir a rota e os destinos que você quer conhecer durante a viagem. Você pode optar pela rota pelo Pacífico ou pela rota pelo Atlântico, ambas com suas vantagens e desvantagens.

Espero que este post tenha sido útil para você que quer viajar do Brasil aos EUA de carro. Se você certamente gostou, compartilhe com os seus amigos. Se você de fato tem alguma dúvida ou sugestão, entre em contato. Obrigado pela sua atenção e até a próxima.

FAQ - Perguntas frequentes

1. Como posso alugar um barco com a Navegue Temporada?

Primeiramente, acesse nosso site e explore nossa frota de barcos.

Em seguida, utilize os filtros para encontrar o barco ideal para você, considerando o tipo de barco, tamanho, preço, local e se você precisa de um marinheiro.

Em terceiro lugar, entre em contato pelo WhatsApp e nos informe a sua escolha.

Logo depois, efetue o pagamento online com segurança e receba a confirmação da sua reserva.

2. Quais são os tipos de barcos disponíveis para aluguel?

Nós, sem dúvida, oferecemos uma grande variedade de barcos para todos os gostos e bolsos, incluindo:

  • Lanchas: certamente ideais para passeios rápidos e esportivos.
  • Veleiros: decerto perfeitos para quem busca uma experiência relaxante e romântica.
  • Iates: inegavelmente luxuosos e confortáveis.
  • Escunas: de fato, ótimas para grupos grandes e festas.
  • Catamarãs: espaçosos e estáveis, com toda a certeza ideais para famílias com crianças.

3. Quais são os destinos mais populares para aluguel de barco?

4. Quais são os serviços inclusos no aluguel de um barco?

Os serviços inclusos no aluguel de um barco certamente variam de acordo com o tipo de barco e o pacote escolhido. Em suma, os serviços inclusos podem ser combustível, marinheiro, equipamentos de segurança e limpeza do barco.

5. Quais são os preços para alugar um barco?

Os preços para alugar um barco inegavelmente variam de acordo com o tipo de barco, tamanho, época do ano e duração do passeio. Você pode, de fato, consultar os preços em nosso site ou entrar em contato conosco para solicitar um orçamento.

6. O que devo levar em consideração ao escolher um barco para alugar?

Ao escolher um barco para alugar, você, sem dúvida, deve considerar:

  • O tipo de passeio que você deseja fazer: Se você quer um passeio rápido e esportivo, com toda a certeza uma lancha é ideal. Em resumo, se você busca uma experiência relaxante e romântica, um veleiro é perfeito.
  • O número de pessoas que irão participar do passeio: Certifique-se de decerto escolher um barco com capacidade suficiente para todos os seus convidados.
  • O seu orçamento: Os preços para alugar um barco certamente variam de acordo com o tipo de barco e o pacote escolhido.
  • A época do ano: Em síntese, os preços podem ser mais altos durante a alta temporada.

7. Quais são as formas de pagamento?

Antes de tudo, entre em contato para saber mais informações sobre as formas de pagamento.

8. Como posso cancelar ou alterar minha reserva?

Antes de mais nada, entre em contato para saber mais informações sobre como cancelar ou alterar a reserva.

9. Como posso entrar em contato com a Navegue Temporada?

Você certamente pode entrar em contato conosco através dos seguintes canais: