20 Melhores Passeios no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é uma cidade maravilhosa, cheia de belezas naturais, culturais e históricas.

Há muito o que fazer e ver na capital fluminense, desde as famosas praias até os monumentos icônicos.

Neste texto, vamos apresentar alguns dos melhores passeios no Rio de Janeiro, que vão agradar a todos os gostos e bolsos.

1. Cristo Redentor

O Cristo Redentor é um dos cartões-postais mais conhecidos do Brasil e do mundo.

A estátua de 38 metros de altura, que representa Jesus Cristo abençoando a cidade, fica no topo do morro do Corcovado, a 710 metros de altitude.

Para chegar até lá, é possível pegar um trem que sai do bairro do Cosme Velho, ou um ônibus ou van que saem de diversos pontos da cidade.

Lá de cima, a vista é deslumbrante, abrangendo a baía de Guanabara, o Pão de Açúcar, a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Maracanã e vários outros pontos turísticos.

Passeios Rio de Janeiro

2. Pão de Açúcar

O Pão de Açúcar é outro símbolo do Rio de Janeiro, que se destaca na paisagem da cidade.

O nome se refere ao conjunto de dois morros, o Pão de Açúcar e o Morro da Urca, que são ligados por um bondinho aéreo.

O passeio começa na Praia Vermelha, onde fica a estação do bondinho, e leva os visitantes até o Morro da Urca, a 220 metros de altura, e depois até o Pão de Açúcar, a 396 metros de altura.

Assim, de ambos os morros, é possível apreciar uma vista panorâmica da cidade, incluindo o Cristo Redentor, a baía de Guanabara, a ponte Rio-Niterói, o centro e as praias da zona sul.

3. Praia de Ipanema

A Praia de Ipanema é uma das mais famosas e badaladas do Rio de Janeiro, que ficou imortalizada na canção “Garota de Ipanema”, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes.

A praia tem cerca de 2,5 km de extensão, e é dividida em vários postos, cada um com um perfil diferente de frequentadores.

O posto 9, por exemplo, é o preferido dos jovens, dos artistas e da comunidade LGBT.

O posto 10 é o ponto de encontro dos esportistas, que praticam vôlei, futevôlei e frescobol.

Por fim, o posto 8 é o mais tranquilo e familiar.

Assim, além da areia branca e do mar azul, a Praia de Ipanema oferece uma bela vista do Morro Dois Irmãos e do Arpoador, onde é possível assistir a um pôr do sol incrível.

4. Lapa

A Lapa é o bairro boêmio do Rio de Janeiro, onde a noite é animada por bares, restaurantes, casas de show e samba.

Além disso, a Lapa é também um lugar de valor histórico e cultural, que abriga monumentos como os Arcos da Lapa, uma antiga aqueduto que hoje serve de viaduto para o bonde de Santa Teresa, e a Escadaria Selarón, uma obra de arte feita pelo artista chileno Jorge Selarón, que cobriu os degraus com azulejos coloridos de vários países.

Assim, a Lapa é um passeio imperdível para quem quer conhecer a alma carioca e se divertir ao som de música ao vivo.

5. Maracanã

O Maracanã é o estádio mais famoso do Brasil e um dos maiores do mundo, que já foi palco de grandes eventos esportivos, como as Copas do Mundo de 1950 e 2014, e as Olimpíadas de 2016.

O estádio tem capacidade para cerca de 80 mil pessoas, e recebe jogos dos principais times do Rio de Janeiro, como Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco.

Além de assistir a uma partida, os visitantes podem fazer um tour pelo estádio, que inclui o acesso ao gramado, aos vestiários, ao museu e à sala de imprensa.

Portanto, o Maracanã é um passeio obrigatório para os amantes do futebol e da história do esporte.

6. Santa Teresa

Santa Teresa é um bairro charmoso e bucólico, que fica no alto de um morro, e que preserva um clima de cidade do interior.

O bairro é conhecido por suas ruas estreitas e sinuosas, suas casas antigas e coloridas, seus ateliês de arte e seus restaurantes aconchegantes. Santa Teresa é acessível pelo bonde que sai dos Arcos da Lapa, e que percorre um trajeto histórico e pitoresco.

Além disso, o bairro também tem vários pontos turísticos, como o Parque das Ruínas, o Museu da Chácara do Céu, o Convento de Santa Teresa e o Largo dos Guimarães.

7. Jardim Botânico

O Jardim Botânico é um dos mais belos e importantes do mundo, que reúne mais de 8 mil espécies de plantas, algumas raras e ameaçadas de extinção.

O Jardim Botânico foi fundado em 1808, por ordem do rei Dom João VI, e ocupa uma área de 137 hectares, ao lado da Lagoa Rodrigo de Freitas.

É um lugar de lazer, cultura e pesquisa, que oferece aos visitantes um contato direto com a natureza, além de atrações como o orquidário, o bromeliário, o cactário, o museu do meio ambiente, o centro de visitantes e o famoso alameda de palmeiras imperiais.

8. Passeio de helicóptero

Uma forma diferente e emocionante de conhecer o Rio de Janeiro é fazer um passeio de helicóptero, que permite ver a cidade de um ângulo privilegiado.

Há várias empresas que oferecem esse serviço, com diferentes roteiros e preços.

Um dos mais populares é o que sobrevoa o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, as praias da zona sul, a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Maracanã e o centro.

O passeio dura cerca de 15 minutos, e custa em média R$ 500 por pessoa.

É uma experiência única e inesquecível, que vale a pena o investimento.

9. Parque Lage

O Parque Lage é um dos mais bonitos e agradáveis do Rio de Janeiro, que fica aos pés do morro do Corcovado, e que tem como cenário o Cristo Redentor.

O parque tem uma área de 52 hectares, coberta por uma vegetação exuberante, que abriga diversas espécies de animais, como macacos, tucanos, esquilos e quatis.

Além disso, o parque também tem um lago, uma gruta, um aquário, um playground e várias trilhas.

O destaque do parque é o palacete de estilo eclético, que foi construído no século XIX, e que hoje funciona como uma escola de artes visuais e um café.

10. Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã é um dos mais modernos e inovadores do Brasil, que fica na Praça Mauá, na zona portuária do Rio de Janeiro.

O museu tem um design futurista, assinado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, que se inspirou nas bromélias do Jardim Botânico.

Além disso, o museu é um espaço de ciência, arte e tecnologia, que propõe uma reflexão sobre o passado, o presente e o futuro da humanidade e do planeta.

Aliás, o museu tem uma exposição permanente. Ela explora temas como o cosmos, a terra, a vida, a cultura assim como a sociedade. Além disso, ela tem uma exposição temporária, que aborda questões atuais e relevantes.

11. Praia Vermelha

A Praia Vermelha é uma das mais tranquilas e charmosas do Rio de Janeiro, que fica entre os morros da Urca e da Babilônia, na entrada da baía de Guanabara.

A praia tem cerca de 200 metros de extensão, e é cercada por uma vegetação nativa, que faz parte do Parque Natural Municipal da Urca.

Além disso, a praia tem águas calmas e cristalinas.

12. Praia do Leblon

A Praia do Leblon é uma das mais sofisticadas e elegantes do Rio de Janeiro, que fica no bairro de mesmo nome, na zona sul da cidade.

A praia tem cerca de 1,3 km de extensão, e é a continuação da Praia de Ipanema, separada pelo canal do Jardim de Alah.

Além disso, a praia tem uma faixa de areia clara e fofa, e um mar azul e agitado, que atrai surfistas e banhistas.

A praia também tem uma ciclovia, uma pista de cooper, quiosques e barracas.

O Leblon é um bairro nobre, que tem uma vida noturna animada, com bares, restaurantes, cinemas e teatros.

13. Prainha

A Prainha é uma das praias mais bonitas e preservadas do Rio de Janeiro, que fica na zona oeste da cidade, entre a Praia da Macumba e a Praia do Grumari.

A praia tem apenas 700 metros de extensão, e é cercada por morros cobertos por mata atlântica, que fazem parte do Parque Natural Municipal da Prainha.

A praia tem uma areia branca e fina, e um mar verde e forte, que é ideal para a prática do surfe.

Além disso, a praia também tem uma trilha que leva até o Mirante do Caeté, de onde se tem uma vista panorâmica da região.

14. Praia do Joá

A Praia do Joá é uma das praias mais exclusivas e tranquilas do Rio de Janeiro, que fica no bairro do Joá, na zona oeste da cidade.

A praia tem apenas 300 metros de extensão, e é acessível por uma estrada de terra que sai da Avenida Niemeyer.

Além disso, a praia tem uma areia dourada e grossa, e um mar azul e calmo, que forma piscinas naturais na maré baixa.

A praia também tem uma vista privilegiada da Pedra da Gávea e da Ponte Rio-Niterói.

A Praia do Joá é um lugar perfeito para quem busca sossego e privacidade.

15. Praias Selvagens

As Praias Selvagens são um conjunto de três praias paradisíacas, que ficam na zona oeste do Rio de Janeiro, dentro da Área de Proteção Ambiental de Grumari.

As praias são: a Praia do Perigoso, a Praia do Meio e a Praia Funda.

Além disso, as praias são chamadas de selvagens porque não têm acesso por carro, apenas por trilhas que saem da Praia de Grumari ou da Praia do Abricó.

As praias têm uma areia branca e macia, e um mar azul e limpo, que varia de acordo com a praia, podendo ser mais calmo ou mais agitado.

Por fim, as praias também têm uma vegetação nativa, que proporciona sombra e frescor.

16. Praia da Barra

A Praia da Barra é uma das praias mais extensas e movimentadas do Rio de Janeiro, que fica no bairro da Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade.

A praia tem cerca de 18 km de extensão, e é dividida em vários trechos, cada um com um nome e um público diferente. A praia tem uma areia clara e fofa, e um mar azul e ondulado, que é ótimo para o surfe, o kitesurfe e o windsurfe.

Além disso, a praia também tem uma ciclovia, uma pista de skate, quiosques, barracas e clubes.

A Barra da Tijuca é um bairro moderno e cosmopolita, que tem uma infraestrutura completa, com shoppings, restaurantes, bares, boates e hotéis.

17. Museu de Arte do Rio (MAR)

O Museu de Arte do Rio (MAR) é um dos mais importantes e interessantes do Rio de Janeiro, que fica na Praça Mauá, na zona portuária da cidade.

O museu ocupa dois prédios históricos, que foram interligados por uma cobertura ondulada, que remete às ondas do mar.

Além disso, o museu é um espaço de arte, cultura e educação, que tem como objetivo promover o diálogo entre a arte e a cidade.

Por fim, o museu tem uma exposição permanente, que conta a história do Rio de Janeiro por meio de obras de arte, e várias exposições temporárias, que apresentam artistas nacionais e internacionais.

18. Instituto Moreira Salles (IMS)

O Instituto Moreira Salles (IMS) é um dos mais importantes e prestigiados centros culturais do Brasil, que fica no bairro da Gávea, na zona sul do Rio de Janeiro.

O IMS é uma instituição sem fins lucrativos. O instituo tem como missão preservar, divulgar assim como estudar a arte brasileira, especialmente a fotografia, a literatura, o cinema e a música.

O IMS tem um acervo de mais de 2 milhões de itens, que inclui obras de grandes nomes como Candido Portinari, Carlos Drummond de Andrade, Pixinguinha, Nelson Rodrigues, entre outros.

Além disso, o IMS também tem uma programação variada, que envolve exposições, cursos, palestras, shows, filmes e oficinas.

19. Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) é um dos mais importantes e visitados centros culturais do Brasil, que fica no centro histórico do Rio de Janeiro.

O CCBB ocupa um prédio neoclássico, que foi construído em 1906, e que foi sede do Banco do Brasil até 1960.

O CCBB é um espaço de arte, cultura e lazer, que oferece aos visitantes uma diversidade de atrações, como exposições, espetáculos, filmes, shows, cursos, workshops e eventos.

Além disso, o CCBB também tem uma biblioteca, um cinema, um teatro, uma livraria, um café e um restaurante.

20. Museu de Arte Moderna (MAM)

O Museu de Arte Moderna (MAM) é um dos mais relevantes e influentes museus de arte do Brasil, que fica no Parque do Flamengo, na zona sul do Rio de Janeiro.

O MAM foi fundado em 1948, e tem uma coleção de mais de 15 mil obras de arte, que abrange desde o modernismo até a arte contemporânea.

O MAM tem um prédio de arquitetura moderna, projetado pelo arquiteto Affonso Eduardo Reidy, que se integra à paisagem do parque.

Além disso, o MAM é um espaço de arte, cultura e educação, que realiza exposições, cursos, palestras, seminários, oficinas e atividades para crianças.

Por fim, o MAM também tem um cinema, uma biblioteca, uma loja e um restaurante.

Conclusão

O Rio de Janeiro é uma cidade que encanta pela sua diversidade e beleza.

A cidade também oferece aos seus visitantes inúmeras opções de passeios. Por exemplo, desde as praias até os museus, passando pelos monumentos e pelos parques.

O Rio de Janeiro é uma cidade que mistura natureza, cultura, história e arte. Assim como um espírito alegre e acolhedor, que faz com que todos se sintam em casa.

Além disso, o Rio de Janeiro é uma cidade que vale a pena conhecer e se apaixonar.

Artigos Relacionados

Aluguel e passeio na Lancha Oceanic 36. Barco no Rio de Janeiro, Niterói, Urca, Copacabana, Praia Vermelha, Marina da Glória.

Quando É Uma Lancha?

Última atualização on 21/02/2024 by Navegue Temporada
Read More
Aluguel e passeio de Yacht Catamarã de Luxo 120 Pés - Barco Iate Lancha no Rio de Janeiro e Angra dos Reis Ilha Grande Niterói Boat Rental Charter

Qual o Valor de um Iate?

Última atualização on 21/02/2024 by Navegue Temporada
Read More
Aluguel e passeio de Yacht Catamarã de Luxo 120 Pés - Barco Iate Lancha no Rio de Janeiro e Angra dos Reis Ilha Grande Niterói Boat Rental Charter

Qual a Diferença de Lancha e Iate?

Última atualização on 21/02/2024 by Navegue Temporada
Read More
Aluguel e passeio de Lancha Intermarine Oceanic 36 - Barco em Ilhabela, São Sebastião, Bertioga, São Paulo, Ilhabela

Qual é o valor de uma lancha?

Última atualização on 21/02/2024 by Navegue Temporada
Read More

Sobre a Navegue Temporada

Primeiramente, se você quer saber mais sobre passeio e aluguel de barco, entre em contato conosco pelo nosso telefone ou WhatsApp, curta a nossa página no Facebook, envie um e-mail para nós ou siga a gente no Instagram. Estamos à disposição para tirar as suas dúvidas, fazer o seu orçamento assim como reservar o seu barco.

Portanto, não perca tempo e faça já a sua reserva pelo site da Navegue Temporada. Você certamente vai se surpreender com as maravilhas que o Brasil tem a oferecer. Por fim, alugue um barco com a Navegue Temporada e viva uma experiência náutica única e inesquecível!